Facebook
Cinco Miligramas de Misantropia

Festival de Cinema Sul-Americano de Bonito Anuncia Selecionados e Premiação de R$ 50 Mil

Festival de Cinema Sul-Americano de Bonito Anuncia Selecionados e Premiação de R$ 50 Mil

O Bonito CineSur – Festival de Cinema Sul-Americano, que será realizado entre os dias 19 e 27 de julho em Bonito, Mato Grosso do Sul, acaba de divulgar a lista de filmes selecionados para a sua segunda edição. Ao todo, 30 produções concorrerão nas diversas mostras competitivas do evento, que oferecerá um total de R$ 50 mil em prêmios.

Filmes e Categorias Competitivas

As produções participantes estão distribuídas em cinco mostras distintas: Curtas-metragens Sul-americanos, Curtas-metragens Ambientais, Longas-metragens Sul-americanos, Longas-metragens Ambientais e Filmes Sul-Mato-Grossenses. Entre os destaques estão “Camino Al Cielo” (Colômbia), “La Asistente” (Peru), “Neirud” (Brasil) e “Las preñadas” (Argentina/Brasil).

Premiações e Júri

Os filmes concorrem a diversos prêmios, incluindo:

  • Melhor Longa-metragem Sul-americano: R$ 20.000,00 e Troféu Pantanal.
  • Melhor Curta-metragem Sul-americano: R$ 7.500,00 e Troféu Pantanal.
  • Melhor Filme Sul-mato-grossense: R$ 7.500,00 e Troféu Pantanal.
  • Melhor Longa-metragem Ambiental Sul-americano: R$ 7.500,00 e Troféu Pantanal.
  • Melhor Curta-metragem Ambiental Sul-americano: R$ 7.500,00 e Troféu Pantanal.

Além desses, haverá prêmios do Júri Popular em todas as categorias, reforçando a participação do público na escolha dos vencedores.

Atividades Paralelas

Além das exibições, o festival promoverá uma série de atividades complementares, incluindo debates sobre acordos internacionais, oficinas de roteiro, produção executiva, assistência de direção e interpretação para cinema e TV, bem como apresentações musicais. Essas atividades visam fomentar o intercâmbio cultural e o desenvolvimento do cinema sul-americano.

Realização e Organização

O Bonito CineSur é uma realização da Associação Amigos do Cinema e da Cultura, com apoio do Ministério da Cultura e de uma emenda parlamentar do deputado Vander Loubet. A entidade, fundada em 2007, tem vasta experiência na realização de projetos culturais e educacionais voltados para o cinema.

Impacto na Região

Bonito, conhecida por suas belezas naturais e ecoturismo, se destaca também como um polo cultural. Em 2023, a primeira edição do Bonito CineSur atraiu um público significativo e movimentou a economia local, beneficiando diversos setores, como hotelaria, alimentação e transporte.

Seleção de Filmes

Curtas-metragens Sul-americanos:

  • Camino Al Cielo, de Miguel Vargas (Colômbia)
  • La Asistente, de Pierre Plano (Peru)
  • Crescer es Matar a Tu Madre, de Nika Ardito (Argentina)
  • Cuarto de Hora, de Nemo Arancibia (Chile)
  • Ayer Será Igual que Manãna, de Omar Arteaga (Venezuela)
  • A Noite Todos os Gatos São Pardos, de Matheus Moura (Brasil)

Curtas-metragens Ambientais:

  • Bauxita, de Thamara Pereira (Brasil)
  • No están solos, de Andrea Osorio (Paraguai)
  • Warmis: Guardianas del agua, de Paola Gabriela Quispe Quispe (Bolívia)
  • La Cadena, de Kerly Meneses Guerrero (Equador)
  • Where are you from?, de Juan Cristiani (Uruguai)
  • A menina e o mar, de Gabriel Mellin (Brasil)

Longas-metragens Sul-americanos:

  • Neirud, de Fernanda Faya (Brasil)
  • Luiz Melodia – No coração do Brasil, de Alessandra Dorgan (Brasil)
  • Tarkarí de chivo, de Daniel Yegres e Francisco Denis (Venezuela)
  • Las preñadas, de Pedro Wallace (Argentina/Brasil)
  • A outra forma, de Felipe Guzmán Ramírez (Colômbia/Brasil)
  • Las Fieras, de Juan Flores (Argentina)

Longas-metragens Ambientais:

  • Sekhdese, de Graciela Guarani, Alice Gouveia (Brasil)
  • Los de abajo, de Alejandro Quiroga (Bolívia)
  • La ilusion de la abundancia, de Erika Gonzalez Ramirez e Matthieu Lietaert (Colômbia)
  • Somos y seremos mar, de Malena Blanco (Argentina)
  • Allpamanada, de Tawna Collective (Equador)
  • Tupungato, de Rafael Pease (Chile)

Filmes Sul-Mato-Grossenses:

  • O Formoso, de Roberto Leite
  • A Voz de Guadakan, de Joel Pizzini
  • Rotas Monçoeiras – A História de Um Rio e Seu Povo, de Cid Nogueira e Silas Ismael
  • Ninguém Lhe Estenderá a Mão, de Deivison Pedrê
  • In Útero, de Paulo Alvarenga Isidorio
  • As Quatro Estações da Juventude, de Essi Rafael

Curadoria

A curadoria das mostras foi feita por especialistas como José Geraldo Couto, Andréa Cals e Marcela Lordy (Longas Sul-americanos), Jade Rainho, Belchior Cabral e Luis Guilherme Moreira Batista (Curtas Sul-americanos), Elis Regina Nogueira (Longas e Curtas Ambientais), e Marcos Pierry (Filmes Sul-mato-grossenses).

Encerramento

O Bonito CineSur promete ser um marco no calendário cultural sul-americano, promovendo a integração entre os países e valorizando a produção cinematográfica regional.

BONITO CINESUR – FESTIVAL DE CINEMA SUL-AMERICANO


Data: de 19 a 27 de julho de 2024

Locais de realização: Centro de Convenções, Câmara Municipal e Centro de Múltiplo Uso (CMU) de Bonito
Site: https://bonitocinesur.com.br/2024/

Redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/bonitocinesur
Twitter: https://twitter.com/bonitocinesur
Facebook: https://facebook.com/bonitocinesur

Youtube: https://www.youtube.com/aacic

Jornalista Filipe Souza - Cinco Miligramas de Misantropia

Filipe Souza

Editor / Jornalista Responsável

MTB32471/RJ

👽 Gateiro, thelemita, amo a cultura hindu;
👽Converso sobre aliens, esoterismo, Google Ads e receita de bolinho de chuva!
📀Colecionador de LPs, CDs, Livros e histórias;
🤘 Ah! E metaleiro;
🃏Jogo uns tarôs de Crowley;
– Jornalista, designer e Workaholic;
– Produtor de conteúdo e apresentador do canal Cinco Miligramas de Misantropia;
– Amo cozinhar e degustar cervejinha artesanal;

Curta e compartilhe essa misantropia